Tratamento garante qualidade de vida a pacientes com hiperidrose

Tratamento garante qualidade de vida a pacientes com hiperidrose
01/04/2021

A transpiração excessiva é motivo de desconforto e até mesmo constrangimento para os pacientes que convivem com a hiperidrose. O suor que atinge principalmente as axilas, as palmas das mãos, a cabeça, os pés, a virilha e o rosto tem tratamento, que garante qualidade de vida aos pacientes. 

O problema é causado por fatores: hereditário, emocional ou doenças. Nestes casos, as glândulas sudoríparas são hiperfuncionantes, ou seja, produzem suor em excesso em diversas regiões do corpo.

Três tratamentos são indicados para a hiperidrose, conforme a condição de cada paciente:

 

Toxina botulínica

A aplicação da toxina botulínica é realizada nos pontos de produção de suor, com uma agulha muito fina. O procedimento é rápido e os efeitos duram até nove meses.

 

Curetagem e liposucção

Consiste na raspagem das glândulas sudoríparas e da gordura abaixo da pele da axila. O procedimento alivia a sudorese. 

 

Simpatectomia torácica endoscópica

Indicado para casos mais graves, o procedimento é realizado por um cirurgião torácico ou vascular. A cirurgia é realizada por videotoracoscopia, em que o gânglio é cauterizado.