Existe alergia ao sol?

24/12/2020

Além de acelerar o envelhecimento e aumentar os riscos para o desenvolvimento do câncer de pele, a exposição intensa ao sol pode causar também sintomas alérgicos. O problema precisa ser observado e pode ser evitado com medidas conhecidas.

 

A reação do organismo ao sol causa vermelhidão, coceira e erupções na pele, em diferentes graus de intensidade. Em geral, o problema afeta as áreas que ficam mais expostas, como rosto, braços e o colo. 

 

O uso de protetor solar é o principal meio para proteger a pele, além de evitar a exposição ao sol entre 10h e 16h. Pessoas sensíveis ou não à exposição solar também devem usar óculos escuros, roupas com fator de proteção solar e manter a pele e o corpo sempre hidratados.

 

Além disso, o acompanhamento de um médico dermatologista é fundamental para realizar o tratamento adequado do problema.