Rua Carneiro Lobo, 468 - 12o Andar, Batel - Curitiba PR

contato@neoderme.com.br

Endereço

Rua Carneiro Lobo, 468 - 12o Andar, Batel - Curitiba PR

Contato

contato@neoderme.com.br

Micose

O que é

As micoses são infecções causadas por fungos e costumam atacar a pele, o couro cabeludo e as unhas. Geralmente elas provocam sintomas como deformação das unhas, coceira, manchas brancas e rachaduras entre os dedos.

A micose costuma ser mais frequente no verão devido ao calor e umidade, ambientes propícios para a multiplicação dos fungos.

O problema pode atingir pessoas de todas as idades, mas indivíduos com baixa imunidade, como pacientes em tratamento de câncer e diabéticos, precisam redobrar os cuidados.

 

Tipos de micose

As micoses estão classificadas em dois grupos: as superficiais ou profundas.

As superficiais aparecem de acordo com as condições ambientais, ou seja, calor, pouca luz e umidade são ambientes favoráveis para o crescimento desses micro-organismos no corpo.

As micoses profundas afetam pacientes com o sistema imunológico debilitado, como pessoas em tratamento de câncer e pacientes com Aids.

Uma das micoses mais comuns é a frieira, popularmente conhecida como pé de atleta. Nessa situação, os fungos se espalham entre os dedos e provocam coceira, bolhas de água e rachaduras na pele.

A micose também atingir o couro cabeludo, pois os fungos se alimentam da queratina dos cabelos, formando placas redondas onde impedem o crescimento dos fios. Geralmente há bastante coceira e ardência.

 

Causas

As principais causas e fatores de risco para o aparecimento de micoses são:

– calor e umidade;

– calçados muito apertados;

– baixa imunidade;

– diabetes;

– obesidade (as dobras de gordura ajudam a multiplicação dos fungos na pele);

– falta de higienização dos objetivos de manicure.

 

Prevenção

Para prevenir o aparecimento de micoses, é importante seguir alguns cuidados de higiene:

– não compartilhe toalhas, sapatos e meias;

– dê preferência a meias de algodão, pois absorvem melhor o suor;

– evite utilizar o mesmo calçado por dois dias seguidos;

– ao frequentar academias e clubes, utilize chinelos e evite andar descalço;

– evite calçados muito apertados;

– utilize seu próprio material ao ir à manicure;

– após o banho, seque-se bem, principalmente nas dobras (axilas, virilhas e dedos dos pés).

Tratamento

Em alguns casos, a micose pode ser confundida com alergias de pele. Por isso, o mais indicado é procurar um dermatologista se perceber alguns dos sintomas.

Em geral, o tratamento para micose é feito com remédios antifúngicos utilizados entre 6 a 8 semanas. Alguns fungos são mais resistentes e exigem que o tratamento se estenda por até um ano.

Agende sua avaliação

    Open chat