“Dezembro Laranja”, mês de combate ao câncer de pele

Dezembro chegou, e com ele uma importante campanha da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) sobre a prevenção ao câncer de pele, o “Dezembro Laranja”. De acordo com a dermatologista da Neoderme e membro da SBD, Giseli de Mattos Diosti Stein, nunca é demais lembrar os prejuízos que o excesso de sol pode causar, entre eles o câncer de pele.

“Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), todos os anos surgem 176 mil casos de câncer da pele, o de maior incidência no país. Por isso, é fundamental conscientizar a população sobre os riscos da doença para que esses números diminuam com o passar dos anos”, lembrou a especialista.

Veja também:

:: Conheça os benefícios da vitamina D

:: 4 cuidados com a pele das crianças

:: Menos resistente, pele na 3ª idade precisa de cuidados especiais

Tipos de câncer de pele
Há vários tipos de câncer de pele, entre eles os carcinomas basocelulares e os espinocelulares. No entanto, o melanoma, que costuma ser o mais raro, é o tipo mais agressivo de câncer da pele.

“O melanoma é o tipo menos frequente, porém tem alta taxa de mortalidade. Em geral, ele tem a aparência de uma pinta, mas pode mudar de cor, tamanho e formato, e em alguns casos causar sangramento. Por isso, é importante sempre fazer o autoexame da pele, ou seja, observá-la constantemente, verificar se há alguma pinta ou sinal diferente. E se algo de diferente for notado, o ideal é procurar imediatamente um dermatologista. Com diagnóstico precoce, as chances de cura são altas””, orientou a dermato.

Dicas para evitar o câncer de pele
A doutora Giseli deu algumas dicas para quem quer aproveitar o verão numa boa, sem danos à pele.

>> Use protetor solar
O filtro solar deve ser usado durante todo o ano, independente da estação. “Agora no verão, seu uso é item mais que do obrigatório. Recomendamos protetores com FPS mínimo de 30, até mesmo em dias nublados. Além do rosto, é importante aplicar o filtro no pescoço, braços e pernas, que são áreas que também ficam expostas ao sol”, explicou.

>> Evite os horários críticos
Evite a exposição entre 10h e 16h, pois são os horários maior intensidade de radiação que provoca o câncer.

>> Reaplique o protetor
Não basta passar o protetor apenas pela manhã. De acordo com Giseli, ele deve ser reaplicado a cada 2h, em média. “Além da reaplicação, devemos aplicá-lo 30 minutos antes da exposição ao sol, para que a pele o absorva”, recomenda a dermatologista.

>> Filtro resistente à água
Outra dica é observar a qualidade do protetor solar. “Quando entramos no mar ou na piscina com um filtro que não é resistente à água, ao sairmos já estamos desprotegidos. Por isso, fique atento à qualidade do filtro”, acrescenta.

>> Maior FPS, maior proteção
Quanto maior o FPS, maior a proteção contra a radiação UVB (que causa o câncer e queimaduras), e maior a proteção contra a radiação UVA (que causa manchas e o envelhecimento). “Hoje é obrigatório que os filtros solares contenham substâncias que combatam as duas radiações”, lembrou a especialista.

>> Todos os tipos de pele
Pessoas de pele morena ou negra, apesar de terem uma resistência um pouco maior contra os raios solares, também precisam se proteger. “Elas têm uma proteção muito pequena pelo tom de pele – algo em torno de FPS 10 -, mas mesmo assim precisam se proteger do sol, pois também são suscetíveis a câncer de pele e problemas com manchas”, explica a dermato.

>> Utilize acessórios para proteção
Chapéus de abas largas, bonés, óculos escuros e roupas especiais são acessórios que ajudam na proteção individual.

Campanha SBD
Em 2017, o Dezembro Laranja tem o slogan “Se exponha mas não se queime”. A campanha da SBD pretende conscientizar as pessoas sobre os riscos do câncer da pele decorrentes da exposição excessiva ao sol sem proteção. A campanha pretende atingir não apenas aqueles que estão na praia, por exemplo, mas sim quem trabalha sob o sol ou ao ar livre.

Sobre Giseli de Mattos Diosti Stein
Giseli de Mattos Diosti Stein é graduada em Medicina pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em Clínica Médica pelo Hospital de Clínicas da UFPR e especialista em Dermatologia pelo Serviço de Dermatologia do Hospital de Clínicas da UFPR. Possui título de especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), é membro efetivo da SBD e membro efetivo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). Também é membro efetivo do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM) e membro efetivo do International Academy of Cosmetic Dermatology (IACD).

Sobre a Neoderme
A Neoderme é a mais nova referência nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e cosmética de Curitiba. Com equipe multidisciplinar, a clínica possui estrutura moderna, espaço aconchegante e tecnologia de ponta, sempre comprometida com a ciência, ética médica e bem-estar dos pacientes.

Localizada no bairro Batel, a Neoderme conta com localização privilegiada e possui amplo horário de atendimento: de segunda a sexta, das 8h às 20h, e aos sábados, das 9h às 13h.

Serviço:

Neoderme

Endereço: Rua Carneiro Lobo, nº 468, 12º andar / Centro Empresarial Champs Elysees

Bairro: Batel / Curitiba – PR

Telefone: (41) 3077-5060

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 20h; sábado, das 9h às 13h.

Atendimento telefônico: das 8h às 18h

Site: www.neoderme.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/neoderme/

Instagram: www.instagram.com/neoderme