Posso remover tatuagem no verão?

09/02/2021

Chegou a época do ano em que o corpo fica mais exposto e, muitas vezes, alguma tatuagem que já não agrada mais volta a aparecer e gerar um desconforto. Quem não deseja esperar muito e pretende remover a tatuagem ainda no verão tem à disposição tratamentos que podem ser realizados na época mais quente do ano.

A remoção de tatuagens no verão, no entanto, demanda cuidados especiais dos pacientes, que precisam usar protetor solar, evitar a exposição solar entre 10h e 16h e manter os cuidados permanentes com a pele.

Apesar de o tratamento ser bastante eficaz, o paciente deve ter uma expectativa realista em relação ao resultado do procedimento e fazer uma avaliação com especialista antes das sessões. Em geral, pigmentos coloridos podem não desaparecer completamente e tatuagens nos antebraços e pernas apresentam maior grau de dificuldade para remoção.

 

Tratamento

A remoção da tatuagem é realizada em procedimentos a laser e o resultado varia conforme a cor, a mistura e a densidade dos pigmentos, além da parte do corpo onde foi feita a tatuagem e o tipo de pele. 

O laser utilizado na remoção de tatuagem é do tipo Q-switched, que emite pulsos de energia muito altos em um período muito curto de tempo (nanossegundos). Isso garante que o tratamento seja mais eficaz e com menos riscos. 

O laser Q-switched é disponibilizado com variados comprimentos de onda, cada um sendo indicado dependendo da cor da tatuagem.

Em geral, são realizadas no mínimo seis sessões para que o pigmento da tatuagem na pele comece a reduzir. É indicado que antes do procedimento o paciente não se exponha ao sol, pois a  pele bronzeada compete na absorção da luz do laser, aumentando o risco de bolhas e manchas. 

Após a sessão, a área da tatuagem fica branca e aparece vermelhidão e inchaço, com possibilidade de sangramento e formação de bolhas. Em seguida se formam crostas que desaparecem entre sete e 10 dias. Neste período é importante o uso de cremes cicatrizantes e calmantes no local. A recomendação do uso de filtro solar e de evitar a exposição solar permanece.

 

Cuidados com a pele tatuada

A pele tatuada também demanda cuidados especiais que garantem a manutenção do desenho e da coloração, pois a radiação solar agride os pigmentos e pode desbotar a tatuagem. Por isso é importante utilizar protetor solar, evitar exposição excessiva ao sol e hidratar a pele, da mesma maneira que é feita com a pele sem tatuagem.