Toda flacidez incomoda, mas a facial é, sem dúvida, a que mais causa problema na autoestima.
Pálpebras, sulcos, contorno do rosto, todas as áreas se ressentem da queda do colágeno, da elastina, da força muscular e da perda de massa óssea.
O resultado é um rosto envelhecido (às vezes precocemente), olhos que parecem menores e maior tendência a sulcos e rugas.
Entre as principais causas estão as mudanças hormonais, a ação da lei da gravidade, a exposição desprotegida ao sol, e hábitos pouco saudáveis.

É considerado um dos métodos mais eficazes para o tratamento da flacidez cutânea. As ondas de radiofrequência geram calor intenso nas camadas mais profundas da pele, causando retração imediata das fibras de colágeno. Durante a sessão, é possível sentir-se uma leve, mas não desagradável sensação de calor.
Os resultados são visíveis após a primeira sessão e não é preciso interromper as atividades normais do dia a dia. Posteriormente, a produção de colágeno aumenta, tornando a pele mais firme.