Chocolate dá espinha? Confira 7 mitos e verdades!

Os temas “chocolate” e “espinha” parecem andar juntos, principalmente quando a Páscoa se aproxima. Mas é preciso esclarecer algumas dúvidas sobre o assunto e deixar de culpar exclusivamente o chocolate pelo aparecimento das temidas acnes. Por isso, a dermatologista da Neoderme e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Luz Marina Hannah Grohs, listou 7 mitos e verdades sobre o alimento. Confira:


Veja também:

:: Entrevista RICTV: por que não devemos espremer espinhas?


:: 8 coisas que você precisa saber sobre as espinhas


:: Espremer espinhas pode gerar cicatrizes e infecções

1 – Chocolate dá espinha?
Não necessariamente. Podemos dizer que comer alguns tipos de chocolate podem causar espinha, mas não devemos culpar o cacau por isso. O problema é a quantidade de açúcar presente em maior quantidade em alguns tipos de chocolate, que leva ao pico de produção de insulina no organismo e estimula os receptores da acne na pele.

2 – Chocolates entre 40 e 70% de cacau são os mais saudáveis.
Verdade. Os melhores chocolates são os de porcentagem entre 40 e 70% cacau e aqueles acima de 70% de cacau, os chamados amargos. São basicamente feitos das sementes de cacau, sem adição de leite. Quanto mais amargo, melhor! O chocolate ao leite contém muito leite, açúcar, aditivos e gordura hidrogenada, o que não traz benefício nenhum à saúde.

3 – Chocolate branco tem, basicamente, só gordura e açúcar em sua composição.
Chocolate branco é gordura e açúcar
Verdade. O chocolate branco é feito da manteiga de cacau, ou seja, da gordura que se desprende do cacau. É só gordura hidrogenada e açúcar, não possui cacau, e pela quantidade de açúcar maior que todos os outros também não traz benefícios para a saúde.

4 – Se as espinhas aparecem pelo excesso do consumo de açúcar, então posso comer chocolate diet que isso não irá acontecer.
Mito. O chocolate diet não contém açúcar e geralmente é indicado para pessoas com diabetes. Mas ele contém o adoçante na sua composição e quantidade maior de gordura, então não pode ser consumido com exagero.

5 – Se eu não comer chocolate, não terei espinhas.
Mito. É preciso ter uma alimentação balanceada e reduzir a quantidade de açúcar dos outros alimentos consumidos. Além dos tipos de chocolate que causam acne, todo alimento com altos índices glicêmicos podem causar o problema, tais como os carboidratos simples, que são digeridos rapidamente e liberam a glicose no sangue. Exemplos: mel, açúcares, balas, arroz branco, macarrão, pão branco, refrigerantes, biscoitos.

Já os alimentos tipo carboidratos complexos são digeridos lentamente, ocasionando aumento pequeno e gradual da glicemia, que são os alimentos chamados integrais. Exemplos: grão de bico, maçã, batata doce, sementes, vegetais e mandioca.

6 – A limpeza de pele ajuda no controle da acne.
Espinhas podem acontecer em adolescentes e adultos
Verdade. Fazer limpeza de pele com frequência – em média uma vez por mês – ajuda a ficar longe das espinhas. O tratamento confere uma pele com menos oleosidade, mais jovem e mais saudável. Existem diversos tratamentos para acne, seja ela leve, com o uso de produtos tópicos, peelings químicos, terapia fotodinâmica (use de luzes com efeito anti-inflamatório e bactericida) até aquela acne mais grave, utilizando medicações prescritas pelo dermatologista.

7 – Só adolescentes podem ter espinhas.
Mito. Na vida adulta, o problema também pode prejudicar homens e mulheres. Nelas, o principal fator é hormonal; neles, o excesso da produção de sebo. As espinhas são mais comuns na face, mas podem aparecem também nos ombros, costas e peito.

Sobre Luz Marina Hannah Grohs
Luz Marina Hannah Grohs é graduada em Medicina pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), com residência médica em Dermatologia na Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ – SP). É membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro efetivo da International Society of Dermatology.

Sobre a Neoderme
A Neoderme é a mais nova referência nas áreas de dermatologia clínica, cirúrgica e cosmética de Curitiba. Com equipe multidisciplinar, a clínica possui estrutura moderna, espaço aconchegante e tecnologia de ponta, sempre comprometida com a ciência, ética médica e bem-estar dos pacientes.

Localizada no bairro Batel, a Neoderme conta com localização privilegiada e possui amplo horário de atendimento: de segunda a sexta, das 8h às 20h, e aos sábados, das 9h às 13h.

SERVIÇO

Neoderme

Endereço: Rua Carneiro Lobo, nº 468, 12º andar / Centro Empresarial Champs Elysees

Bairro: Batel / Curitiba – PR

Telefone: (41) 9 9225-1119

Horário de atendimento: segunda a sexta, das 8h às 20h; sábado, das 9h às 13h.

Atendimento telefônico: segunda a sexta, das 8h30 às 18h30.

Site: www.neoderme.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/neoderme/

Instagram: www.instagram.com/neoderme

YouTube: Neoderme Dermatologia e Estética