Psoríase

A psoríase é uma doença inflamatória crônica caracterizada pelo aparecimento de placas avermelhadas e descamativas em várias regiões do corpo.

Os locais mais comuns de aparecimento são couro cabeludo, cotovelos, joelhos, região lombar, e pernas. É uma doença autoimune, que pode ser influenciada pelo estresse, obesidade, tabagismo, uso de álcool. O diagnóstico nas maior parte das vezes é clinico.

Existem vários tipos de psoríase:
– vulgar- a mais comum, pode afetar vários locais da pele, provocando manchas vermelhas e com escamas brancas grosseiras.
– psoríase ungueal- muitas vezes confundida com micose de unha, pode causar alterações leves e discretas como pequenos furos nas unhas (pitting), até alterações mais graves provocando deformidades severas.
– psoríase do couro cabeludo- causa coceira e descamação espessa no couro cabeludo. Muitas vezes confundida com a caspa.
– psoríase gutata- caracterizada por pequena lesões avermelhadas e descamativas no tronco, em forma de gota. Pode ser desencadeada por infecções de garganta.
– psoríase invertida- acomete as dobras da pele como axilas, virilhas, debaixo das mamas. – psoríase pustulosa- forma mais rara, em que aparecem múltiplas bolhas com pus.
– psoríase eritrodérmica- forma também rara, que acomete toda a pele deixando-a vermelha e muito sensível.
– psoríase artropática- além das lesões de pele, a psoríase também pode acometer as articulações, causando dores e deformidades.

A psoríase é uma doença não contagiosa e tem tratamento. Nos casos leves, o tratamento inclui hidratação e aplicação de pomadas ou soluções. Já nos casos graves, existem várias medicações via oral e/ou injetáveis que podem ser utilizadas com excelente resposta.